segunda-feira, 24 de maio de 2010

Monte Filipe Hotel & SPA


Nota de Imprensa nº 45 24/05/2010
30 de Maio, no Complexo Termal de Nisa:
Apresentação do Projecto “MONTE FILIPE HOTEL & SPA”
Novo Empreendimento de Turismo de Natureza, em Alpalhão
No dia 30 de Maio pelas 15H30, ocorrerá no Complexo Termal de Nisa a apresentação do
projecto do Monte Filipe Hotel & SPA, unidade hoteleira a construir em Alpalhão, com a presença da Presidente da Câmara Municipal de Nisa e do empreendedor do projecto.
A nova unidade hoteleira a implantar no Monte Filipe, Alpalhão, concelho de Nisa, é um empreendimento classificado como Hotel de 4 Estrelas, e o projecto obteve já parecer favorável do Turismo de Portugal.
O Monte Filipe Hotel & SPA, após a entrada em funcionamento aderirá à Associação de Hotelaria da região e integrará a Naturtejo – EIM, gestora do Geoparque, permitindo-lhe beneficiar de uma estratégia de promoção integrada. O promotor do projecto tem como objectivo o reconhecimento da unidade como “Empreendimento Turístico de Natureza” pelo Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade. Na memória descritiva é referido que o projecto contempla os critérios legalmente previsto para a obtenção dessa classificação, visto inserir-se numa área com valores naturais, potenciando a visitação de áreas naturais, o desporto de natureza e a interpretação ambiental.
O Monte Filipe Hotel & SPA localizar-se-á a menos de 5 Km do Complexo Termal da
Fadagosa - o principal equipamento turístico da região, recentemente inaugurado, reconhecido pelas características medicinais das suas águas. A vertente saúde ficou assim reforçada, complementando as vertentes já existentes no Município e consagradas ao longo dos anos: - artesanato, com destaque para a olaria, bordados e rendas; - produtos alimentares, queijo, enchidos e mel; - património natural, o que justificou a adesão ao Geoparque Naturtejo – primeiro Geoparque português. O edifício que acolherá a unidade hoteleira resulta de um entendimento e estudo das
potencialidades e especificidades de terreno e de toda a envolvente e de uma procura de diálogo formando um todo harmonioso. O edifício terá 3 pisos: - Na cave tem lugar o Spa com 4 gabinetes para massagens, tratamentos de beleza e bem-estar, sauna, banhos turcos, jacuzzi, piscina interior e exterior biológica; - No rés do chão localizam-se as zonas de recepção/atendimento, restaurante,,sala de formação e convenções,; loja de artesanato, instalções sanitárias, quartos,cozinha, zonas de serviços, armazenagem e áreas técnicas; - No piso 1 localiza-se a unidade de alojamento com 50 quartos - 48 quartos duplos, 2 quartos preparados para pessoas de mobilidade condicionada , 2 suites. A capacidade máxima da unidade é de 100 pessoas
O tratamento dos espaços verdes e espaços exteriores pretende valorizar as áreas e incluí-las num todo estruturado e coerente. Procura-se a funcionalidade, conforto e versatilidade nos espaços públicos. O mobiliário urbano e equipamentos terão urbanidade e design de qualidade. A estrutura pedonal assegurará os melhores parâmetros de mobilidade e acessibilidade. A valorização da estrutura verde contribuirá para a preservação da fauna, flora e geologia local. A área destinada ao
estacionamento contempla 1 lugar para veículos de transporte colectivo e 51 lugares individuais, 3 dos quais destinados a pessoas com mobilidade condicionada.

34 comentários:

  1. Anónimo26.5.10

    Ó Margarida,
    será que me consegues explicar como é que se passa um auto de embargue numa obra por falta de licenciamento, quando quem lá está a trabalhar são os funcionários da CMN e as máquinas da CMN?

    ResponderEliminar
  2. Pois. Não sei.
    Deve ter sido o empreiteiro das obras da Devesa...hahhahahhaa

    ResponderEliminar
  3. pode ser, a bem do Concelho oxalá que sim, que me engane mas cheira-me a mais um elefante branco. não se recupera património, deixa-se estragar o que foi construído recentemente, como a Albergaria Penha do Tejo, e depois vamos em frente novos projectos, em frente cantando e rindo. já agora em que ficou o centro comercial em Tolosa?
    Jaime Crespo

    ResponderEliminar
  4. Anónimo27.5.10

    O senhor Jaime tem razão, é mais um elefante branco. Então que fazem aos quartos da Albergaria Penha do Tejo? Mais um elefante branco que deve servir para encher os bolsos de alguns amigos. Não digo que não se façam obras, mas temos de ver que vivemos no interior cada vez com menos gente.Escutem as populações, oiçam-nas! Será que não percebem que estão afundar este concelho. Já nos chegam as polticas do governo central sempre contra.Tambem temos o poder local que não tem um pingo de sensibilidade para as nossas causas... Mas eu pergunto. Onde anda a oposição?
    Josefa Martins

    ResponderEliminar
  5. Anónimo27.5.10

    Mais um ovni que desceu dos céus. Chiça que ainda persistem com os atentados. Uma continua afronta. Vai te embora daqui pra fora.

    ResponderEliminar
  6. HOTEL MONTE FILIPE
    Ao Sr. Jaime Crespo informamos que os Promotores deste projecto, são privados e autónomos, nada têm a ver com os elefantes brancos, ou pretos, nem com o que em termos de iniciativas Municipais ou Governamentais tenha sido prometido ás populações, seja para que zona for, mas, caso esteja interessado em ter mais informações sobre o nosso projecto, venha até nós, em Nisa, que temos muito gosto em lhe mostrar o que vamos fazer e porque o vamos fazer. Mas não faça comentários sem se documentar primeiro, porque a continuar por este caminho não chega aos objectivos que pretende atingir. Ficamos a aguardar o seu contacto. R.G.LOPES LDª

    ResponderEliminar
  7. Anónimo27.5.10

    Aos privados e autónomos que não são brancos nem pretos:

    Pois...já sabemos todos que neste momento são vermelhos!

    ResponderEliminar
  8. Eu felicito este projecto desde que esteja nos parametros legais e se não está concerteza não será aqui que se vai resolver isso.
    É um projecto muito bom, daqueles que só vi em Vilamoura, albufeira e por ai.
    Nisa precisa evoluir e acompanhar esta mesma evolução!
    Acusamos o concelho de parar no tempo e quando aparece algo novo, moderno e que poderá ser, se for bem gerido, o grande salto que necessitamos para fazer com que muitas pessoas queiram parar por cá, botamos para baixo!Está na hora de mudarmos TODOS!!!
    Já tive o prazer de conhecer o projecto e penso que eu não tinha coragem para dar um salto tão grande,mas quem criou o projecto em si tem muitos contactos com grandes empresas que poderá ajudar no sucesso deste projecto como é o caso da naturtejo, etc...
    O projecto é fabuloso e penso que chegou a hora de Nisa se preparar para lidar com outro tipo de investimentos e não se limitar apenas a residenciais e pensões que já por aqui existem ha séculos...
    Para além disto vai trazer trabalho a muito boa gente que tanto se queixa da falta do mesmo.
    É um espaço bastante convidativo e será necessário uma forte aposta em publicidade para que este seja conhecido por este mundo fora.
    Tem spa, tem piscina ecologica, tem restaurante, tem bar, tem 3 salas onde se poderão fazer congressos, casamentos e batizados, estacionamentos, muitos quartos e algumas suites.Igualmente existe a idéia de criação de um canil que poderá ser uma grande ajuda para que vem a Nisa "á caça" e até para nós quando precisarmos de ter onde deixar os novos bichinhos quando vamos de férias...
    Este projecto, para mim é de um grande bom gosto e tem a minha aprovação.
    Se há elefantes ou não, não sei e sinceramente tenho pena se tiver.Mas esse assunto será tratado e quem tiver culpa que pague.
    Mas, gostava de dizer que Nisa concelho merece uma "coisa" assim e de preferência sem sombras a acompanhar...
    Parabéns a quem o idealizou, obrigada por se lembrar de fazer esse investimento aqui e não no Algarve... e pra frente é que é Lisboa...
    EU GOSTO E MUITO :)

    Assim estivessem as nossas termas, com tanto positivismo!

    ResponderEliminar
  9. uribaldé27.5.10

    Parece me que só lhe falta as aguas radioactivas da fadagosa para ser 1 hotel termal e outra cena "Monte" e bem mais fino que "Quinta";-)

    ResponderEliminar
  10. Anónimo28.5.10

    Ao R.J.Lopes
    Pois o investimento nao é branco nem preto, utilizou mao de obra e maquinaria vermelha, e...onde estava o projecto? E ja agora, uma vez que ja ha projecto diga la o nome da empresa, para ficarmos esclarecidos! Sabem, a empresa que fez o projecto deve tambem ser vermelha, ja fez projectos para uma certa instituição que de momento e apenas de momento tambem é vermelha!
    Ah, e outra coisa! Nao se esqueceu de pedir ao projectista para por muitoooooo granito na obra pois nao? Pois porque agora socio maioritario da tal empresa, convem!!!

    ResponderEliminar
  11. Anónimo28.5.10

    Então a construção do hotel não era nas termas?

    ResponderEliminar
  12. Anónimo28.5.10

    HOTEL MONTE FILIPE, pode-me explicar o que é o PROJECTO PROVERE?

    http://www.provereaalentejo.net/Hotel_Monte_Filipe_Curriculum.pdf

    ResponderEliminar
  13. Anónimo28.5.10

    Um ovni como as Termas? Terão sido os mesmos projectistas? O modernismo que cai do Provere para as áreas rurais. Mais um pântano como o Alqueva, as Termas de Nisa. Porque não se reabilita a Albergaria que já esta feita e bem localizada?
    Esta é a minha opinião de nativo local / cidadão e como tal deve ser respeitada. Não sou contra novos investimentos, mas sejamos comedidos.
    Se em vez de 2 ou 3 investimentos pontuais colossais fizermos 20 ou 30 pequenos não corremos riscos nem deixamos o futuro hipotecado para os nossos filhos. Porque mesmo que alguns falhem, outros certamente vingararão.
    28 Maio de 2010
    Francisco Pereira

    ResponderEliminar
  14. ODÍLIA LOPES28.5.10

    Aos identificados como ANÓNIMOS, só é pena que não tenham coragem para dar a cara.Nunca tivemos necessidade de mudar de cor conforme as conveniencias, como muita gente que por aí anda. Se nos conhecem, e bem, não estamos escondidos, nem sentados numa poltrona á espera do que cai dos céus, trabalhamos para o desenvolvimento da VOSSA TERRA,não são os partidos que nos governam, mas sim o trabalho que temos feito com o nosso esforço.
    Se em vez de falarem mal fizessem alguma coisa pela terra que os viu nascer, e não a nós,seria mais válido, mas isso não se vê... só sabem escrever e dizer mal? è mais fácil e mais cómodo.
    Ponham mãos á obra e façam alguma coisa que se veja.
    Ficamos por aqui e não vou responder a mais provocações, não tenho tempo a perder com anónimos sem coragem. ODÍLIA LOPES

    ResponderEliminar
  15. Anónimo28.5.10

    Será inveja ou mal dizer?!

    ResponderEliminar
  16. Anónimo28.5.10

    É inveja que acaba por ser deturpada devido aos negócios de uma senhora muito honesta que está cá no pasto!É tão esperta tão esperta tão esperta que tira o cú para fora e agora quer entalar o invejado!Amigos destes para quê inimigos!
    A culpa já se sabe de quem é!
    é do empreiteiro...lol

    ResponderEliminar
  17. Anónimo28.5.10

    O projecto provere?
    Vá à internet...lol

    ResponderEliminar
  18. Dona Otilia, o que diz é verdade e eu acredito que sim.Sei muito bem o que são anónimos.Tenho mais de 30 comentários que não vou publicar e quase que aposto que até sei (intuitivamente) de onde poderão vir...e olhe que se calhar vêm de onde menos espera...
    Mas tb há quem assine...
    Da minha parte vou tentar travar isto.
    Não fiquem desmotivados porque o que se passa por aqui não é nem um terço do que se fala nos cafés...
    É cobardia sim senhor.

    ResponderEliminar
  19. Anónimo28.5.10

    Vermelho, Laranja, Rosa, ou outra cor qualquer, que interessa. Isto dá vontade de rir. Não fazem puto. Passam o dia a passear no picadeiro, quando não é nos cafés a dizer mal e a mamar copos. Há noite chegam a casa e vá de dar porrada na mulher porque esteve o dia todo a trabalhar e não acabou o jantar a horas. Depois, quando alguèm faz alguma coisa por esta terra é o que se vê. Só tenho vontade de dizer "VÃO-SE CATAR"

    ResponderEliminar
  20. Anónimo28.5.10

    Como diz a canção do zeca afonso "seja bem vindo quem vier por bem". O concelho de nisa precisa de quem nele invista e crie trabalho e riqueza.
    Se for este o caso, só temos que dar as boas vindas a este empresário, que ao investir num concelho do interior, assume uma grande capacidade de risco.
    Por mim só tenho que lhe dar os parabéns!

    ResponderEliminar
  21. António Ferreira28.5.10

    Cobardia ou medo?
    Medo!!! Temos medo de perder o emprego, as coisas estao perigosas para quem nao é vermelho e como dizia outro Anonimo, temos os nossos encargos! Nao soube aproveitar para encher os bolsos enquanto nao havia crise! Nao soube ter um comercio e ser independente para poder aqui por o meu nome, dependo da Camara para governar a minha casa!!
    Mas, orgulho-me de nascer em NIsa! Orgulho-me de aqui estar sem nunca ter explorado ninguem!!!
    E, um dia ainda hei-de ser livre, por aqui o meu verdadeiro nome e lutar esta vila que sempre acolheu bem quem para ca vem! Ate ha quem diga que é mais madrasta que mãe.

    ResponderEliminar
  22. Anónimo29.5.10

    Ponham SOMBRAS, ponham muitas SOMBRAS neste projecto, não se esqueçam q Nisa no Verão é abrasador

    ResponderEliminar
  23. Anónimo29.5.10

    Agora com o novo Hotel as pessoas vão-se esquecer da Albergaria por uns tempos e quando tudo estiver mesmo de rastos, eu já me fui embora e esta gentinha que se desenrasque....

    NOKAS

    ResponderEliminar
  24. Anónimo29.5.10

    Perante o anúncio de um empreendimento como este, há dois tipos de pessoas.

    Umas - procuram tudo denegrir e travar porque qualquer tipo de progresso as incomoda. São, uns, os ressabiados da política,que nunca conseguiram nada na vida. Outros, os invejosos do sucesso de alguém. Depois falam em elefantes brancos, como se os promotores não estivessem a arriscar o seu património.

    Outras - entusiasmam-se e apoiam porque percebem a necessidade que o Concelho tem de infraestruturas hoteleiras dignas para apoio à actividade termal do moderno e excelente balneário de que Nisa dispõe.

    Ainda não perdi a esperança que algumas pessoas consigam destrinçar o trigo do joio e não confundam as asneiras que têm sido feitas pela Autarquia com um investimente que, em minha opinião, deverá apoiar, porque, ao fazê-lo, está a apoiar o tecido económico e a proporcionar desenvolvimento.

    Autarquias há que "vendem" o metro quadrado de terreno a 1 Euro, nas suas zonas industriais, na tentativa de fixação de empresas e de criar postos de trabalho.

    Aqui, vejo esquerdistas - pseudos homens de esquerda - a atacar o empreendimento. Santa ignorância. Por mim apoio e aplaudo a coragem dos promotores, coragem tanto mais apreciável numa altura de crise económica e financeira, em que o recurso ao crédito está mais dificultado.

    Um de Nisa (O original)

    ResponderEliminar
  25. Exmo. Senhor R.G.LOPES LDª, terei todo o gosto em o contactar para assim poder ser esclarecido e chegar " aos objectivos que pretende atingir" (sic). que o senhor lá saberá melhor que eu quais são pois limito-me a exercer as minhas modestas funções de funcionário público e... a jogar no euromilhões.
    mas para o contactar terei que ter o seu contacto, o meu está aqui à disposição de qualquer um.
    se o projecto é privado e o dinheiro investido da responsabilidade dos mesmos privados, nada tenho que ver com isso, desde que cumpra as normas de construção, impacte ambiental, etc. por mim tudo bem. só acho estranha a coincidência de durante a campanha eleitoral a actual Presidente da Câmara ter anunciado a construção de um hotel em Alpalhão, ora se o projecto é privado...
    mas aponte aí o seu contacto que terei todo o gosto em ser esclarecido.

    ResponderEliminar
  26. já agora e para seu esclarecimento, a expressão "elefante branco" significa empreendimento cuja receita não justifica o investimento efectuado, oou seja, é um empreendimento desproporcionado que não dá lucro e acabará falido. espero bem que não venha a ser o caso e já que o dinheiro é todo seu que tenha sorte e que o futuro justifique o risco que agora corre.

    ResponderEliminar
  27. Anónimo30.5.10

    O belo e excelente balneário de que Nisa dispôe paga BELOS E EXCELENTES ORDENADOS AOS SEUS DIRECTORES, belos e excelentes DEMAIS!

    Nem todos os meios justificam os fins sr. "um de Nisa original", aliás o esforço económico desse promotor é quase todo comparticipado!

    E está a repetir o que existe nas termas ao fazer outro SPA, valha-me Deus que visão estratégica einh!?

    Só falta agora o Hotel do Engº Amaro também ter um SPA, naõ há fome que não dê em fartura...

    Espero que não tenham o mesmo fim da Albergaria.

    ResponderEliminar
  28. Anónimo30.5.10

    Tudo que seja para enriquicimento do concelho de Nisa, é bem vindo. Sempre e quando se enquadre nas necessidades do país e na paísagem do local. Claro que não vivemos no tempo dos mouros, mas existe essa característica no Alentejo. Não dúvido que por dentro deve ter tudo o requesito necessário, mas comecemos pela cave! Estão a pensar pintar as paredes com paísagens locais? Pois a cave está destinada para o que o seu fundamento requer natureza. Onde estão os arcos característicos do Alentejo! Para quê suites e não mais 2 quartos para as pessoas com certos problemas motoras? À, e porque fazer algo tão necessário não só para os do concelho, como de todo país e estrangeiros, dentro das assas de um boing? Não haveria algo mais apropriado com a paísagem e com a area de laser no meio e com vista natural e não artifícial?
    Não estou contra ao que o projecto irá servir, mas como foi idealizado.
    Quanto à D. Odília Lopes, é muito natural que esteja farta de ouvir comentários desfavoráveis à sua " cor ", mas é a Senhora mesmo que com o seu comentário dá a conhecer que como funciona o comboío. São colocados onde o patrão manda, mesmo que não sejam naturais do local. E depois cansam-se. Mas pelo visto não o suficiente para dizer " até aqui basta, eu quero ser livre e fazer o que a minha consciência dita, não a do partido ". Antes que me esqueça é melhor ficar por aqui e identificar-me.

    Lina Maria Louzeiro Correia Zagalo Gameiro das Neves

    ResponderEliminar
  29. Anónimo31.5.10

    Já que o blog de Alpalhão só publica o que é contra o hotel e silecncia todos os reparos construtivos e todas as opiniões diferentes, peço aqui para que isso seja tornado público.

    ResponderEliminar
  30. Anónimo31.5.10

    pelos comentários aqui apresentados e no blog de Alpalhão, mais uma vez se confirma que esta gentinha não merece que se faça nada para valorizar a terra .... não sejam atrazadinhos e não se preocupem com os investimentos dos outros

    ResponderEliminar
  31. ao sr. R.G.LOPES LDª, continuo a aguardar o endereço onde contactar Vossa Excelência para que a minha ignorância seja esclarecida pela sua excelsa sapiência.
    uma nota só: fui consultar o link que é disponibilizado por um dos comentadores: http://www.provereaalentejo.net/Hotel_Monte_Filipe_Curriculum.pdf, e apenas vejo o seu´excelente currículo, parabéns, mais parabéns ainda se foi vossa senhoria que o escreveu, escreve bem. mas uma pulga me fica detrás da orelha: então o projecto já está todo aprovado e a empresa ainda não está constituída? que pode ser pode mas não é a mesma coisa.

    ResponderEliminar
  32. Anónimo1.6.10

    D. LINA ........
    Sou de Nisa e aqui vivo desde que nasci, não estou para defender ninguem, mas se calhar a Srª não conhece a D. Odília, como eu, e não é o que a senhora pensa a cerca da côr, vocês têm é inveja e queriam tb entrar no comboio...
    mas já vieram atrazados, como sempre, cada vez que aparece alguma coisa mesmo que seja boa para a terra, vocês querem é derrotar quem tem ideias diferentes das vossas.
    Quanto á arquitectura do projecto deixe lá as casinhas alentejanas, já cá temos muitas. claro que a sua deve ser tipicamente Alentejana e com a pia dos esgotos atrás da porta da rua?
    Já agora a Senhora será Arquitecta de interiores, proponha-se para o projecto de decoração se calhar não seria aceite a sua ideia ..........

    ResponderEliminar
  33. Para a pessoa que me enviou agora um mail...é só para que saibas que sou muito mais esperta que tu!Isso querias tu babe...mas aqui não pões charuto nem safas o cú entalado! :)
    Volta sempre...babe!

    ResponderEliminar
  34. Anónimo2.6.10

    SOBRE A NOSSA EMPRESA MUNICIPAL


    Desculpem , mas não vou abordar o tema já muito falado sobre o novo Hotel em Alpalhão, porém espero que tenham sucesso com este empreendimento.

    O líder do CDS, Paulo Portas defende a extinção de pelo menos metade das empresas
    Municipais que existem e não são necessários.
    Diz ainda que num país tão pequeno como Portugal, não se compreende que HAJA
    2 000 GESTORES MUNICIPAIS!!!

    Por esta ordem de ideias a TERNISA deve ser uma das empresas municipais sem futuro, com imensos problemas, provavelmente com dívidas a funcionários e outros, e
    portanto deve acabar visto que não é necessária.
    E esta hem…Só do Paulinho das feiras.

    O velhote das actas que regressou.

    ResponderEliminar

Obrigado, volte sempre...