quarta-feira, 7 de julho de 2010

Luzes do POLI

Ontem enviar-me esta mensagem para o facebook:

"Olá Margarida. Publica no blog algo sobe as luzes do poli... nós queremos ir para lá jogar à bola a noite porque é quando está mais fresquinho e nao dá...a câmara há uns anos meteu lá os postes de iluminaçao... mas não trabalham.. foram lá cortar as luzes...
bjinhoooo ;)"

Como tal, peço mais uma vez à Câmara que resolva esta situação. Afinal, os miúdos até têm 3 meses de férias e assim não há condições...de jogo!!!

25 comentários:

  1. Anónimo7.7.10

    Margarida vai haver tenda sagres em Agosto dia 27 e 28! Djs: Dj Vibe, Xl Garcia, Miss Pink e Lady M! Para a semana sai a divulgação!

    ResponderEliminar
  2. E eu fico contente! :)

    ResponderEliminar
  3. já que estamos numa de pedir,hoje á saída do ecomarche também ouvi umas mulheres,que estavam á espera do transporte disser se há tantos bancos espalhados pelos passeios de nisa porque nâo por um no passeio ao pé do éco não deixam de ter razão ao menos enquanto esperam ,esperam sentadas pois algumas já são de certa idade,se não for a camara pode ser que o sº paulo o possa por.

    ResponderEliminar
  4. Anónimo8.7.10

    Mas a tenda sagres e ca em nisa?

    ResponderEliminar
  5. Anónimo8.7.10

    eu ficava contente com o artesanato e gastronomia exposta durante um mes no rossio de nisa, somente tradições do concelho! iria ter sucesso... vibe etc nao me dizem nada, nao trazem dinheiro a terra...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo8.7.10

    Bem!!!!! por este andar daqui a pouco estamos a exigir à Câmara Municipal de Nisa que manda instalar ares condicionados pelas ruas de Nisa, pois com o calor que faz é quase insuportável andar pela Vila. Nem tanto à Terra nem Tanto ao Mar,os meninos não vão para lá jogar de dia porque faz calor,coitadinhos!!!! em casa deles devem ter ar condicionado em todas as divisões,os meninos agora querem luz no Poli,depois marcham para casa e nem as luzes apagam,acho muito bem que não haja luz para esse efeito,se estamos em período de austeridade é bom que se poupe e nada de extravagâncias.Quanto aos banquinhos,esta é mesmo de partir a moca a rir, sendo assim eu também quero que o Srº. Paulo faça um estacionamento coberto para que tenhamos os nossos veículos à sombra,vamos lá a ser compreensíveis e exigir aquilo que na realidade nos é imprescindível e, não estamos aqui para meter a faca no peito a ninguem e,muito menos vir para este bloog com coisas parvas e,sem critério.mais informo que a minha cor não é vermelha mas sim Rosa.Mas sou realista

    ResponderEliminar
  7. eh pá! uma coisa de cada vez. vamos à luz no poli... terá sido cortada por falta de pagamento?
    E depois que alternativas restam à juventude? Claro, as dependências...

    jaime crespo

    ResponderEliminar
  8. Anónimo9.7.10

    O problema da luz no polidesportivo tem de ser resolvido, pois é nesta altura do ano que faz mais falta. No entanto, a utilização do mesmo deve ser disciplinado. Ter o interruptor à mão para qualquer criança ligar, para além de representar um perigo e uma questão de segurança, levou a que muitas vezes a iluminação estivesse ligada sem haver ninguém a utilizar o recinto.O que se propõe é que os utilizadores do polidesportivo façam o pedido num impresso simples às juntas de freguesia ou câmara e que um funcionário ali se desloque para ligar/desligar a iluminação e também para regular o uso dos balneários.
    Se o procedimento fosse este desde o início, a câmara teria poupado muitas centenas de euros.

    ResponderEliminar
  9. os nossos pais não tinham nada, muitos passavam fome, agora todos querem tudo e mais alguma coisa, de preferência de graça, claro.
    Infelizmente nada custa nada tudo custa dinheiro. Que eu saiba a câmara não é uma casa santa que dá tudo em troca de nada. O dinheiro não abunda... principalmente em tempos de contenção de despesas.
    O que pedem aqui é luz no poli. De Verão é uma boa maneira de manter os mais novos mais ocupados porque não se dirigem a quem de direito, de maneira correcta, com a pessoa responsável e pedem? Até pode ser que resulte...
    Não se fiem nos que diz que disse...

    ResponderEliminar
  10. Anónimo9.7.10

    São as dependências que o Bloco de Esquerda defende com unhas e dentes para que todos andem a leste do paraíso com uns bons charros e não se apercebam da realidade e tudo rume à anarquia. Radicalismos minoritários e intelectuais da treta? Nunca.

    ResponderEliminar
  11. Anónimo9.7.10

    Olha a NIKAS?!....a pedir que lhe peçam...para fazer o favorzinho com aquilo que é nosso.
    Velhos tiques....será que ainda tem pais? Pais que gostem dela....? Deus queira que sim, porque se passaram fome foi por causa dela e para ela!

    ResponderEliminar
  12. Anónimo10.7.10

    ah aqui muito boa gente que gosta muito de falar...
    E porque não podem ter luzes no poli...? já que puseram lá o "botãozinho" para que qualquer pessoa possa ligar que tenham efeito.. Olha agora..! Se tem dinheiro para umas coisas também tem para outras...
    Em relação aos charrinhos , cada um faz a sua vida! vejam o que tem em casa minha gente... i num falem da vida dos outros, mas em Nisa é assim, gostam muito de falar nos outros e ninguém olha para eles mesmo..
    Acho muito bem que a Margarida aqui tenha publicado este post... !

    ResponderEliminar
  13. Anónimo11.7.10

    Oh, Ana....
    Então a menina, quando vai às compras, ao Continente, ao Jumbo, ao IKEA, etc., também vê bancos para se sentar?
    Deixe-se de fitas, para a CMN fazer ao Sr.Paulo, tinha que fazer para os outros todos...

    ResponderEliminar
  14. Anónimo11.7.10

    O álcool põe as pessoas muito mais a leste do paraíso que os ditos bons charros. Esta droga(álcool) é consumida regularmente por muitas pessoas em Nisa. Quantas pessoas já morreram por fumar charros em Nisa? Quantas já morreram com doenças ligadas ao consumo de álcool?

    As pessoas com dependência do álcool podem padecer de:
    Desnutrição;
    Alterações sanguíneas – ao nível dos glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas;
    Esofagites;
    Gastrites;
    Úlcera péptica;
    Pancreatite crónica ou crises de pancreatite aguda;
    Esteatose hepática;
    Hepatite alcoólica;
    Cirrose hepática;
    Hipertensão arterial;
    Cardiomiopatia alcoólica;
    Acidentes vasculares cerebrais;
    Alterações endócrinas e metabólicas;
    Alterações musculoesqueléticas - como a osteoporose;
    Alterações dermatológicas;
    Maior prevalência de tuberculose e de infecções bacterianas;
    Maior prevalência de cancros a nível de todos os órgãos;
    Síndrome de abstinência;
    Delirium tremens;
    Síndrome de Wernicke;
    Síndrome de Korsakov;
    Demência alcoólica.

    dc Nisa

    ResponderEliminar
  15. Anónimo12.7.10

    dependendo do jumbo ou do continente,sim há bancos cá fora para as pessoas se sentarem,ou os que já fizeram as compras ou os que esperam por aqueles que as estão a fazer.E mais banco menos banco que diferença faz?

    ResponderEliminar
  16. Anónimo12.7.10

    As drogas matam. Não às drogas, quaisquer que sejam.

    ResponderEliminar
  17. olha anónimo os pais não são para aqui chamados pois não falei mal, nem disse nada que não fosse verdade à 40/50 anos atrás. Lá porque comiam pão não quer dizer que não passassem fome...
    Felizmente nunca passei fome, mas também não comia bolachinhas e docinhos sempre que queria...

    e voltamos ao mesmo que aqui só sabem blá blá blá...

    ResponderEliminar
  18. parafraseando Bocage:
    "dizem que o anónimo da tretação
    em Jaime aferra o dente...
    Ora é forte admiração,
    ver um cão morder em gente!"

    ResponderEliminar
  19. quanto à questão que a Câmara não é a Santa Casa, pois não, por isso aos segundos compramos jogos (da sorte ou azar), aos primeiros pagamos impostos. portanto de um modo ou de outro o dinheirinho sai sempre dos nossos bolsos.

    ResponderEliminar
  20. Anónimo14.7.10

    Já que há bastante tempo (do verbo haver) que não vinha aqui e vejo realizar tourada...os erros continuam, vai-se escrevendo sem o (h) antes do (a). Ora isto é fácil de perceber e não fazer erros como continuamente vêm persistindo por estas bandas. Basta pensar que se a frase relata tempo logo tem de se usar (ha) e não (à).
    Francisco Pereira

    ResponderEliminar
  21. desculpem qualquer coisinha mas tenho que voltar à carga porque aceito a divergência política, ela é o tempero da democracia, já a mentira, distorção dos factos ou a pura estupidez, isso é que causa azia.
    diz o anónimo disse... "São as dependências que o Bloco de Esquerda defende com unhas e dentes para que todos andem a leste do paraíso com uns bons charros e não se apercebam da realidade e tudo rume à anarquia. Radicalismos minoritários e intelectuais da treta? Nunca."
    Ora, onde é Vexa. viu, ouviu ou leu que o Bloco defende as dependências?! Compre um dicionário de bolso, para si é suficiente, que lá poderá consultar a diferença entre "defender" e "despenalizar".
    Por agora não me quero adiantar mais mas essa cabecinha anda completamente dependente (do tacho?) que já não o deixa enxergar. ou será que nunca enxergou?
    O significado da palavra "enxergar" também vem no dicionário de bolso.
    Não siga é os procedimentos do "novas oportunidades" assim não chega lá.

    ResponderEliminar
  22. Anónimo16.7.10

    agora também aqui dão lições de português.. que estupidez...xD ahahhah
    só mesmo visto!

    ResponderEliminar
  23. o saber ´não ocupa lugar e qualquer sítio é bom para aprendermos.
    infelizmente há pessoas que por mais líções que recebam nunca lá vão, a não ser que levem os testes ou exames previamente feitos por outros, debaixo da manga.
    para alguns como o papagaio anónimo que por aqui vai piando (e bem, é sinal de liberdade) também fariam falta umas aulas de civismo e boas maneiras.
    já na Câmara, pelos vistos alguém necessita de aulas de gestão, contabilidade e finanças.
    passai bem e boas lições:)

    ResponderEliminar
  24. mas deixemos indeterminados anónimos divagar e não os deixemos atirar areia aos olhos do povo:
    O POLI TEM OU NÃO TEM LUZ?
    essa é que é a questão que urge resolver...

    ResponderEliminar

Obrigado, volte sempre...